5 mulheres que revolucionaram a moda

Em primeiro lugar, a moda é o conjunto de opiniões, gostos, assim como modos de agir, viver e sentir coletivos. Sempre evoluindo com o passar das décadas, a moda vem junto com a história. Seja nas transformações sociais e econômicas do mundo, o setor têxtil passou por grandes mudanças, sempre evoluindo e trazendo ideias além do seu tempo.

Pensando nisso, trouxemos 5 mulheres que revolucionaram a moda com sua coragem, criatividade e resiliência  para celebrar o dia mundial da mulher

Coco Chanel

Gabrielle Bonheur Chanel, conhecida como Coco Chanel, mudou uma grande parte da trajetória da moda. Contrariando o padrão da época, com peças sem espartilhos e cinturas marcadas, trazendo conforto sem deixar a elegância.

Chanel estendeu sua influência além das roupas, realizando seu design estético em jóias, bolsas e fragrâncias. Seu perfume exclusivo, Chanel Nº 5, tornou-se um produto icônico, e a própria desenhou seu famoso monograma interlocked-CC, que está em uso desde a década de 1920.

Contudo popularizou o clássico vestido preto e o xadrez tweed. Além disso, deu incentivo ao uso de calça por mulheres, sempre reforçando a liberdade de expressão.

Mary Quant

A britânica marcou os anos 1960, trazendo a valorização da liberdade. Mudando o mundo da moda com a criação da minissaia e a hot pant, até porque 30 cm de saia com certeza causou comoção.

Nesse sentido, fez com que suas criações fossem acessíveis, usando materiais baratos e coloridos. Com o sucesso de suas criações, ela conseguiu produzir suas peças em grande escala, comercializando ao redor do mundo, produzindo também lingeries, vestidos, perfumes, skincare e maquiagens.

Carmen Miranda

A cultura brasileira é sinônimo de alegria e cores vibrantes, tudo que Carmen Miranda representa! A cantora se tornou um ícone de estilo nos anos 40 tanto no Brasil quanto internacionalmente. Divulgando a cultura latino-americana, Carmen foi a primeira a lançar moda fora do país.

Tornando-se o ideal da mulher latina, pois com seu visual exótico, ousado, usando turbantes, cores vibrantes, frutas na cabeça e explorando seu lado sensual, foi a base para criar esse estereótipo.

No entanto, embora o padrão criado pela bombshell tenha sido alvo de críticas, o seu legado é inquestionável, tanto nas telas de cinema e teatro quanto com sua música, sua abordagem ousada e surpreendente ficou registrada até os dias atuais.

Miuccia Prada

Em seguida, uma das maiores personalidades da moda na atualidade, Miuccia Prada além de ser designer chefe da marca italiana Prada que foi fundada pelo seu pai, a estilista também fundou a marca MiuMiu, em 1993.

Seu sucesso gigantesco se justifica, pelo seu posicionamento questionador e nada tradicional. Desde o começo de sua carreira, Miuccia contestava ideias dentro do padrão e conservadoras, inclusive criou o conceito que é usado muito hoje em dia, o ugly beauty – beleza feia- em suas coleções.

Bem como com peças fora do comum e ousadas, a estilista comunica um ideal despadronizado, explorando a imagem da mulher inteligente e destemida.

Naomi Campbell

Posteriormente fazendo história ao ser a primeira mulher negra a aparecer na capa da revista Vogue inglesa e francesa, Naomi Campbell é uma modelo e atriz britânica. Fazendo parte de desfiles de grandes marcas da indústria como Ralph Lauren, Versace, Jean Paul Gaultier, Yves Saint Laurent e muitos outros.

Naomi sempre fez sucesso, mas com a volta das tendências dos anos 90, ela vem se tornado cada vez mais referência de estilo. Além de ser admirada por sua carreira na passarela, Campbell faz questão de ser porta-voz sobre a desigualdade e falta de representatividade na indústria da moda.

Sendo uma das maiores no que faz, Naomi serve de inspiração para jovens que desejam fazer parte desse mundo.

Eaí já conheciam a história dessas 5 mulheres que revolucionaram o mundo da moda? Conta pra gente!

Leia também

Precisa de ajuda?